terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Italianos em Mato Grosso Fronteiras de imigração no caminho das águas do Prata 1856 a 1914

Cristiane Thais do Amaral Cerzósimo Gomes, que desde muito vem investigando o processo migratório no território mato-grossense, a exemplo de Viveres, Fazeres e Experiências dos Italianos na Cidade de Cuiabá (1890-1930), no qual tratou, com muita propriedade da imigração italiana para a capital do Estado, produção relevante para a compreensão da composição da sociedade cuiabana.
Avançando em suas investigações, a autora dilatou sua pesquisa para todo território de Mato Grosso, tendopor base de mobilidade a entrada/saída de imigrantes pelo estuário do rio da Prata, na segunda metade do século XIX e primeiras décadas do XX, especialmente nas cidades portuárias de Corumbá, Cáceres e Cuiabá. Estes, majoritariamente, eram oriundos da região da Itália Meridional que, pressionados pelas condições do cenário europeu, foram atraídos para terras brasileiras, uruguaias e portenhas, onde se fixaram.
Elizabeth Madureira Siqueira.


Editoração: Robinson Marcelo Borborema
Capa e chefia de arte: Helton Pereira Bastos
(Foto da capa: imigrantes italianos no navio
Conte Biancamano. Acervo Ana Luiza Ricci)
Editora Entrelinhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário